Pinto, porque pinto...

É o acto de pintar que me faz viajar nas verdades da vida.
É na tela que me encontro e coabito o espaço onde a realidade se funde com a verdade da pintura. Ali sou apenas EU, no meu fazer, traduzido em matérias coloridas que se combinam em imagens e não imagens, mas que em síntese são a minha verdade.

No meu trabalho alongo-me em pesquisas e detenho-me nas descobertas e invenções, elas que nascem da vida e são tantas vezes apenas o meu pretexto para pintar.

As minhas cores?... roubei-as... às terras quentes de África, também ao mar... e é nelas que me encontro e me demoro.

Os conteúdos das minhas telas são as razões que me assistem, são as verdades da minha vida!

Conceição Mendes

quinta-feira, 24 de outubro de 2013